Notcias

Moinho Concert 2019 conta histria do Pantanal e encanta pblico

Em comemoração os 15 anos de atividades do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, bailarinos e músicos da instituição encenaram a história do Pantanal por meio da dança e música no tradicional espetáculo Moinho Concert.

A edição de 2019 aconteceu no pátio da instituição e recebeu o tema “Um país Inexiste: Los Xarayes”, baseado no livro “História de um País Inexistente: o Pantanal Entre os Séc. XVI e XVIII”, da autora Maria de Fátima Gomes Costa. O espetáculo contou a história de como os primeiros exploradores da maior área alagada do mundo, o Pantanal – que os espanhóis inicialmente chamavam de “Mar de Xaraés” – se empenharam em entender e explicar uma região de geografia ímpar, ora paradisíaca ora inóspita ao extremo, zelosa de seus mistérios e em constante mutação.

Os participantes representaram vários personagens do Mar de Xaraés, desde uma borboleta que foi o papel da personagem principal até peixes, jacarés, macacos, garças, micro-seres, primatas, portugueses e espanhóis. As performances dos bailarinos e o canto o Coral de música comandado pelo maestro Eduardo Martinelli fez o público viajar no tempo e viver essa fantástica história.

Para a Diretora Executiva do Moinho, Marcia Rolon é gratificante trazer o público pantaneiro para dentro de casa “Esse era o nosso sonho, trazer a população para assistir o espetáculo dentro o Moinho, dentro da nossa casa. Gratidão a todos que ajudaram esse sonho ser realidade e principalmente aos pais os nossos participantes que apoiaram na divulgação do convite solidário”, enfatizou.

coral-moinho
Coral fez uma bela apresentação comandando pelo maestro Eduardo Martinelli

Eva Matheus de Oliveira, que assistiu o filho Tarses, de 8 anos, tocar no coral disse que o tema oi interessante. “Pois muitos não sabem a história do nosso Pantanal e o porquê era chamado de Mar de Xaraés, que se deu pelo encontro das águas, dos corixos e da formação”, comentou. Ela ainda ressaltou que o trabalho do Moinho é excepcional. “É uma oportunidade ímpar das crianças terem acesso à cultura, pois acredito que a arte transforma pessoas”, frisou.

Jéssica Monteiro e Oliveira mãe da bailarina Ilare Victória, de 10 anos comentou que o espetáculo foi além do que esperava. “Percebi que tudo foi preparado com dedicação, desde o cenário até as performances dos bailarinos e o canto do coral. O Moinho está de parabéns pelos quinze anos de um belo trabalho”, afirmou.

 
moinho-in-concert2
Personagem principal do espetáculo era uma borboleta interpretada por bailarina que tem quinze anos de Moinho

Nubia Santos, a bailarina que interpretou a personagem principal e completa também quinze anos de Moinho se emocionou ao lembrar de sua trajetória no palco. “Esse espetáculo foi especial e foi um tema que marcou aquilo que precisava ser celebrado, os 15 anos dessa instituição. Dançar esse espetáculo e ser menina das borboletas, contar essa história foi realmente me sentir parte de cada tijolo colocado nesse projeto, e passou um filme na minha cabeça, lembrei desde o primeiro dia eu entrei aqui. Me sinto imensamente feliz e grata de fazer parte dessa história. Eu cresci aqui, então o Moinho é a minha casa”, contou.

nubia-moinho
Bailarina Nubia Santos tem quinze anos de Moinho e interpretou no palco a personagem principal do espetáculo

O Moinho Concert 2019 contou com a participação de aproximadamente 2000 pessoas entre bailarinos, musicistas e público em geral.

 

Instituto Moinho Cultural - 2015